Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

RETRÔ FC BRASIL: MAIS QUE UM CLUBE, UM PROJETO SOCIAL.

01/07/2021 14:15

O trabalho desenvolvido pelo Retrô Futebol Clube Brasil vai muito além das quatro linhas do gramado. Tendo em seu DNA o papel da sociabilidade, o clube se destaca fora dos gramados também. Os atletas alojados da base azulina são acompanhados da melhor forma possível, desde a comissão técnica até a assitência social. Na última quarta-feira (30), no programa Vida de Jogador da TV Retrô, Naiara Bernardino, pedagoga do Azulão, falou um pouco sobre o papel do clube na vida dos jogadores que, embora sendo novos, estão sendo ainda mais preparados e capacitados para enfrentar a vida dentro e fora do campo.

“A gente fez uma parceria incrível com o Governo do Estado aqui, no município de Camaragibe, fechando com alunos matriculados em escolas de referência. Os atletas estão todos matriculados no horário da manhã, para desenvolverem essa parte cognitiva de estudar. O clube também está à disposição dos pais por 24 horas, as nossas portas estão abertas para receber os pais a hora que quiserem. Os filhos deles estão aqui, então, eles estão confiando a nós essa responsabilidade”, ressaltou Naiara.

Além disso, os garotos azulinos também participam com total envolvimento nas ações de sustentabilidade do clube: “Aqui, no Retrô, nós temos uma área de preservação permanente, onde a gente tem dezenas de árvores nativas, temos a nossa horta, em que fizemos a ação em prol do meio ambiente, levando os atletas para plantarem e colherem. Foi um momento super especial! Sinto muito orgulho da Unibra, do Retrô e dos meninos, pois tudo que está sendo desenvolvido aqui não está sendo grande somente para os atletas, mas também para a gente”, finalizou.

Quem também falou com a TV Retrô foi a coordenadora da integração Unibra-Retrô, Mayara Guimarães, que detalhou ainda mais sobre esse trabalho com os jogadores da base: “O que a gente tem visto é o crescimento intelectual dos meninos. Você observa que eles têm uma preocupação, tem um envolvimento com aquilo. Eles já oferecem menos resistência às ações, eles conseguem falar e interagir, então, isso transporta para o campo também. Então, a desenvoltura vai sendo ainda mais aprimorada, porque eles estão tendo esse intelectual no alojamento e na escola, tendo esse incentivo. Eu percebo que existe essa migração intelecutal que os meninos tiveram, eles estão no processo maturacional, no início da vida, meninos de 13, 14, 15 anos, etc. Então é muito importante esse incentivo, pois faz o diferencial no crescimento”, pontuou Mayara.

O núcleo de assistência social se destaca pelas ações prestadas com os garotos. Recentemente, um dos trabalhos feitos ocorreu no dia das mães e na semana mundial do meio ambiente, que eles tiveram a oportunidade de gerar relacionamento e continuarem engajados nos pilares do Retrô. Seguimos trabalhando forte para que os nossos atletas possam desenvolver a cada dia mais os seus talentos. Aqui é responsabilidade, aqui é time de raiz!

Outras Postagens